Shakespeare & rock'n'roll: 5 motivos para não perder a estreia d'O Amador

Panamá Estúdio Pub, Porto Alegre: Leo Mayer, Fernando Oliveira e Gabriel Braga Nunes. Não está na imagem Lucas Hoffman, quarteto que forma o projeto O Amador. Foto: divulgação  
#
Première nacional do projeto musical de Gabriel Braga Nunes será em Passo Fundo e Santa Maria

Há quase três décadas o artista paulista Gabriel Braga Nunes mantém uma sólida carreira como ator, território profissional em que protagonizou diversas peças, filmes, séries e novelas. Mesmo como profissional reconhecido na dramaturgia brasileira, o rock nunca deixou de pulsar nas suas veias. E eis que o artista ressurge musicalmente com o espetáculo O AMADOR, inspirado em sonetos de William Shakespeare. E o RS é o estado que recebe a première do show de Gabriel e banda. Os shows acontecem em Passo Fundo, neste sábado (15) e Santa Maria, no domingo (19) [confira serviço no final dessa postagem]. Não que seja necessário, mas o Memorabilia coloca 'aquela' pilha e elenca 5 motivos para não perder a estreia do projeto musical.

Ouça entrevista de Gabriel Braga Nunes ao programa Timeline da Rádio Gaúcha.
        


1 - Show para quem gosta de rock - ao ouvirmos o EP d'O Amador, é o corpo que responde ao primeiro impulso, quando ainda nos instantes iniciais da audição somos instantaneamente impulsionados a chacoalhar o esqueleto. Se a voz de Gabriel alude ao ritmo falado de algumas das canções de Lou Reed, o som da banda rememora a linguagem do rock feito na primeira metade dos anos 1970, mais propriamente na linhagem dos primeiros discos do Kiss e Alice Cooper. 

Ouça o EP

2 - Evento para amantes da literatura - O Amador é inspirado em sonetos de William Shakespeare e cantado no idioma original do escritor. O combustível literário elisabetano alicerça a massa intelectual das 14 composições, assim como os sonetos jogam luz no amor, falam da brevidade da vida, da transitoriedade da beleza, das armadilhas do desejo, da eternidade através da poesia e dos filhos, entre outros temas. É alta literatura misturada ao rock.



Leia entrevista com GBN 

3 - Músicos gaúchos na banda - Gabriel trabalha n'O Amador a cerca de 2 anos. Primeiramente o projeto teve a ajuda de Lucas Hoffman (baixo e voz de apoio). Logo depois, Fernando Oliveira (bateria) e Leo Mayer (guitarra), completaram a formação, mesmo quarteto que gravou o EP de estreia e finalmente cai na estrada. Hoffman e Mayer são gaúchos, com o primeiro dividindo algumas composições ao lado do protagonista, e o segundo também atuando como produtor do projeto.

Saiba mais sobre o projeto     

4 - Gabriel Braga Nunes e sua guitarra - Desde a época de adolescente, o ator mantém um sonho candente - tocar com uma banda de rock. Mesmo que já tenha se apresentado em outros projetos musicais (na maioria das vezes fazendo covers), essa é a primeira vez que, como músico, protagoniza um trabalho de peso no quesito autoral. O Amador possui a digital de sua guitarra, já que a maioria dos riffs surgiu de suas inspirações, além de também ser o grande responsável pelo conceito do show. 

Leia Review do EP   

5 - Ainda há ingressos à venda - Passo Fundo, show no sábado (15). Local: Teatro do Sesc (Av: Brasil, 30. Horário: 20h. Ingressos: R$ 50 (público geral), R$ 40 (estudantes). Local de venda: Livraria Nobel do Shopping Bella Citta e venda online AQUI Santa Maria, show no domingo (16). Local: Theatro Treze de Maio. Horário: 20h. Ingressos: R$ 60 (público geral), R$ 40 (Clube do Assinante DSM), R$ 30 (estudantes, idosos e sócios do teatro). Local de venda: Bilheteria do Treze e venda online AQUI 
  

Comentários

Postagens mais visitadas