Salve, Ken!

KP, por um de seus criadores, o desenhista italiano Ivo Milazzo  

Hoje é dia de lembrar de Ken. Um herói de carne e osso, leitor de Walt Whitman e Henry Thoreau, escritor, humanista, defensor da natureza, indigenista, ou simplesmente - o mais interessante personagem que os quadrinhos western já deram ao mundo (esqueçam Tex) - "As histórias de suas tramas ora pendulam para um poema da natureza, com tons épicos, ora para um western mais intimista" - do prefácio de Marcos Faerman em ""Os Cervos & Um Hálito no Gelo" - "Ken é um cavaleiro solitário debaixo de um céu que anuncia violências". Fácil perceber que muitas de suas ideologias, bandeiras e crenças continuam relevantes no mundo de hoje. 

Divulgação
Ken Parker (também chamado de Rifle Comprido pelos índios, devido ao seu inseparável arcabuz Kentucky herdado de seu avô, usado na Revolução Francesa) nasceu em 20 de novembro de 1844 em Buffalo, Wyoming. Assim reza a lenda...  

Criado em 1974 pelos italianos Giancarlo Berardi (roteirista) e Ivo Milazzo (desenhista), esse fumetti/quadrinho western surgiu nas bancas italianas em junho de 1977. Foi inspirado no personagem interpretado por Robert Redford no filme "Jeremiah Johnson" (Mais Forte Que A Vingança – 1972). Após mudanças de editoras e formatos, suspensão de publicações e reimpressões revisadas e corrigidas pelos próprios autores, a história do personagem terminou em abril de 2015 com a episódio "Fin Dove Arriva Il Mattino".

Ken Parker estreou no Brasil em 1978, pela Editora Vecchi (tenho todos os (HQs). Foram publicados 53 exemplares até agosto de 1983. Em 1990 ganhou ainda dois volumes publicados pela Best News e um pela Editora Ensaio. Em outubro de 1999, a publicação foi assumida pelo CLUQ. Em setembro de 2000, a Editora Mythos retomou a publicação regular da série, publicando até 2002 e totalizando 18 edições. Ainda em 2000, a Editora Tendência (atual Tapejara), publicou a série em parceria com o CLUQ, totalizando 59 edições em 2007, ainda em 2007, o CLUQ inicia a publicação das quatro histórias coloridas, concluída em 2008. Em 2011, publica "Um Hálito de Gelo", anteriormente publicada pela Editora Ensaio e em 2012, "Onde Morrem os Titãs".

Procurem por aí, vale cada linha, cada quadro. 

Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas