Livro da jornalista Daniella Zupo fala da luta contra o câncer como uma jornada interior repleta de esperança

Foto: divulgação DZ 

Por Márcio Grings

Conheci Daniela Zupo enquanto pesquisava algo sobre Bob Dylan para meu livro "Quando o Som Bate no Peito" (saiba mais AQUI). Desde então comecei a acompanhar seus conteúdos no Youtube. Coincidentemente, temos um amigo em comum, Sal Jr, do canal Pitadas do Sal, e assim, pelos menos nos últimos meses, comecei a cruzar com seu nome com maior frequência. Jornalista, escritora e documentarista brasileira com mais de 20 anos de carreira atuando nas redações de rádio e TV, Daniela trabalhou como repórter, editora de cultura e apresentadora de alguns dos principias veículos de comunicação de Minas como Rede Globo, Radio Inconfidência e Rede Minas de Televisão, além de ter sido correspondente internacional do SBT. Saiba mais em daniellazupo.com.br

E eis que a jornalista mineira coloca na roda "AHO: Amanhã Hoje é Ontem", um livro corajoso sobre sua jornada de transformação após ser diagnosticada com um câncer. Assim, a autora fala sobre as negociações com o universo e com a autoimagem, discorre sobre o percurso peculiar que traçou e aponta as escolhas que fez. Nesse oceano ora revolto, ora calmo, há mergulhos e apreciações com olhares renovados pela experiência. 

Diante do medo e da dúvida, Zupo documentou sua batalha contra o câncer em uma websérie no YouTube, expondo sentimentos e reflexões com rara honestidade. Poética e potente, sua voz ganhou o papel ao se expandir para o livro "AHO: Amanhã, Hoje é Ontem", agora publicado pela SOMOS Livros (compre AQUI), empacotado numa edição especial em capa dura. São páginas que transbordam urgência e documentam uma jornada em busca da cura física e espiritual. 


Comentários

Postagens mais visitadas