Val, um soco no estômago!

Divulgação Amazon

Por Márcio Grings

Acabo de assistir "Val" (2021), filme dirigido por Ling Poo e Leo Scott, documentário que relata a trajetória de Val Kilmer (61), um ícone do cinema nas décadas de 1980/90. Ele é Nick River em "Top Secret" (1984), Iceman em "Top Gun" (1986), Madmartigan em "Willow" (1988), Jim Morrison em "The Doors" (1991), Doc Holiday em "Tombstone" (1993), o Homem-Morcego em "Batman Forever" (1995), Patterson em "A Sombra e a Escuridão" (1996)... Val Kilmer é um daqueles atores que sempre acompanhei atento a linha temporal de seus trabalhos, tanto no cinema, em VHS e DVD. Mas tudo isso ficou para trás...    

Em tempos de streaming, "Val", documentário que está disponível na Amazon Prime repassa tanto a vida pessoal quanto a carreira do ator norte-americano, até chegarmos aos dias de hoje, ainda em recuperação depois de um câncer na garganta. Atualmente, Val Kilmer usa um aparelho para se comunicar, pois suas cordas vocais precisaram ser extraídas numa intervenção cirúrgica, assim, a voz que narra as reflexões (em primeira pessoa) é de seu filho, Jack. Os bastidores de Hollywood, os dramas pessoais, o preço da fama, a obstinação pelos bons papeis, a paixão pela atuação, a queda, o casamento com a atriz Joanne Whalley, o impressionante ressurgimento no teatro num monólogo em que revive Mark Twain, o amor pelos filhos, a morte trágica do irmão mais velho, o difícil relacionamento com colegas e diretores. "Val" é um soco na boca do estômago. Eu caí, eu fui a nocaute. Ouvi o juiz abrir a contagem e não consegui levantar da lona...

Um mal estar toma conta do espectador quando os créditos finais correm pela tela. As vicissitudes, as escolhas e a imprevisibilidade da vida de cada um de nós, são inevitáveis reflexões. Trata-se de um filme fundamental. Mesmo impedido de atuar, a vida segue para Val Kilmer. Ele acaba de lançar "I'm Your Huckleberry", sua autobiografia, e "Cowboy Poet Outlaw Madman", um livro de poemas. Espero que sejam lançados por aqui...   

Veja o trailer.    

Comentários

Postagens mais visitadas