Lançamentos Memorabilia: "Meu Reino por uma Cerveja", de Ronaldo Lippold


Devido a pandemia, "Meu Reino de uma Cerveja" foi lançado virtualmente em abril de 2020. Com a reabertura gradual e devido a alteração do período de realização da Feira do Livro de Santa Maria (de abril/maio para outubro), o livro de Ronaldo Lippold ganha première físico no próximo sábado (16) na Praça Saldanha Marinho. 

Mesmo impossibilitado de promover um evento de lançamento, numa combinação de ações, seja no porta a porta pelas redes sociais, passando pela venda no site memorabiliastore.com.br, o livro chegou a várias partes do país, tornando-se o título mais vendido do ano no selo Memorablia. A moldura narrativa do livro tem como eixo central a cerveja, mas Lippold diversifica seus temas, quase sempre utilizando o humor associado à subverssão. Assim, o autor mostra destemor em recontar pelo ponto de vista de vários bebedores de cerveja diversos fatos históricos, partindo do Egito Antigo até chegar ao Rio Grande do Sul, na pequena Ivorá, cidade localizada na Quarta Colônia.  


Juarez Fonseca, um dos principais jornalistas musicais do Estado elogiou o livro nas suas redes sociais: "Alô, alô, cervejeiros! Não deixem de ler 'Meu reino por uma cerveja', livro de Ronaldo Lippold. É pequeno (formato de bolso, 136 páginas) mas cumpridor. Em 18 textos, que ora têm jeito de crônicas, ora são contos, ele se diverte com o culto  à 'bebida de Ceres' desde a antiguidade. Sob esse ponto de vista, é  também um livro de História. O texto de abertura já desafia o leitor: 'Os Faraós e a Cerveja'. Como fazia muito calor no Egito daqueles dias, alguém tem a ideia de refrescar a cerveja nas tumbas das múmias. A seguir, Lippold chega à Babilônia e a Hamurabi; depois, a Jerusalém; depois, à Europa medieval, aos abades cervejeiros... e vem e vem até nossos dias, descrevendo os vários tipos da bebida, a 'cerveja de Hitler' etc, até desaguar nas 33 páginas de "Beppe ittenomis e o Mistério da Preta de Ivorá", conto que fecha o livro. Tudo em escrita irretocável e, claro, bem humorada, saborosa - como uma "chelada" no verão, como dizia meu saudoso amigo Talo Pereyra", publicou no seu Facebook o colunista do Jornal Zero Hora (post original abaixo).

  


"Meu Reino por uma Cerveja" já está disponível para venda nas bancas da Feira do Livro de Santa Maria. O livro também pode ser adquirido pelo site da Memorabilia Store.   

Comentários

Postagens mais visitadas