6º Rock and Blues Food Station — Edição Live Streaming

Divulgação RBFS
Por Márcio Grings

Há mais de dois anos, o Rock and Blues Food Station já é um dos projetos tradionais do calendário cultural de Santa Maria. Montado como espaço de entretenimento, no complexo do Neo Autoposto (Av. Dores, 454 — próximo a rótula do Fórum), tradicionalmente o evento traz opções de alimentação  — com foco em comida de rua e cervejas artesanais. Essa reunião de forças aliado a um casting de bandas/artistas locais envolvidos com a cena musical fazem do RBFS um evento imperdível. 

Em tempos de pandemia, por que não partir para uma edição live streaming? Com isso, no próximo dia 12 de julho, das 14h às 21h, em alusão ao Dia Mundial do Rock, que é celebrado no dia 13 de julho, se não temos chopes e cerveja artesanal, comida de rua, e um espaço ao ar livre de livre convívio, devido aos cuidados e restrições delimitados pela pandemia mundial, a música segue como principal componente do evento, e no caso  — blues e rock and roll. O Rock and Blues Food Station - Edição live Streaming será transmitido pela página do evento no Facebook. O patrocínio é de Saurin Carrocerias e Gasoline Barber. Realização Neo Autoposto. 

O local do evento também sofre alteração, será transmitido direto da Casa Live — atendendo os cuidados necessários de afastamento e segurança, as bandas não terão interação entre si, com horários distintos e maior intervalo entre as apresentações (40 minutos), observando todos os cuidados de higienização e preparação do palco.  

Confira as atrações e horários de apresentação:

Foto: Pablito Diego

GUILTY 
— 14h às 14h50 (intervalo 40 min – troca de banda/higienização)

A Guilty fixa sua âncora no rock/pop internacional dos anos 1980/90, propondo um show versátil e repleto de hits. Sem amarras, o repertório pode recuar um pouco mais no tempo, passeando por canções de Janis Joplin (Mercedes- Benz, Piece of My Heart), para em instantes revisitar um sucesso de Michael Jackson (Beat), ou até mesmo revisitar uma balada dos canadenses do Heart (These Dreams).  

Foto: Pablito Diego

CASSETE
 — 15h30 (intervalo 40 min – troca de banda/higienização)

As cores do pop rock pintam o repertório da K7, banda que aposta num setlist baseado em músicas dos anos 1990, começo dos anos 2000. O quinteto já deixou sua marca em diversos pubs, bares e eventos particulares. Para quem se liga no rock nacional/internacional dos últimos 30 anos, a sensação de déjà-vu afronta o espectador durante os shows do grupo.

Foto: Pabliro Diego

KINGSIZE BLUES
 — 17h (intervalo 40 min – troca de banda/higienização)

A Kingsize é uma das campeãs de participação no Rock and Blues Food Station. O super quarteto formado por veteranos da cena local, resgata um repertório repleto de standards e clássicos do gênero, além de releituras de "lados b" de grandes nomes do blues. E claro, a Kingsize Blues Café, nunca deixa de lado a atmosfera de jam session e improviso, uma das marcas registradas desse quarteto e do estilo.

Foto: Pablito Diego

TAVARES BROTHERS
 — 18h30 (intervalo 40 min – troca de banda/higienização)

Formada por um grupo de irmãos de som, de vida e camaradagem, o Tavares Brothers foi montado para reviver grandes momentos do rock. O sexteto propõe um mergulho nos clássicos da música internacional das décadas de 1970/80/90 — passando pela trilha-sonora de conhecidos filmes da cultura pop mundial até inúmeros hits das FMs. Diversão garantida.   

Foto: Márcio Grings

CAMALEÃO & OS BICHOS DO MATO
 — 20h (intervalo 40 min – troca de banda/higienização)

Além de um CD autoral lançado em 2016, a Camaleão e os Bichos do Mato aposta da força motriz da tríade baixo, guitarra e bateria. Esse tour de force resgata bascamente clássicos do hard rock dos anos 1970, com toneladas de temas de duas das mais consagradas bandas da história do rock mundial - AC/DC e Led Zeppelin. 

Comentários

Postagens mais visitadas