Haicai: Técnica literária japonesa dá vida a dois livros de poemas

Foto: Pablito Diego

Livros "Oficina de Pardais", obra protagonizada por alunos de Escola de Ensino Fundamental de Santa Maria, e "Todos os Pardais do Mundo", conjunto de 260 haicais de Márcio Grings, serão lançados simultaneamente no próximo dia 12 de setembro, na Flism 

Por Ana Bittencourt

O haicai, poema originário do Japão expresso em versos curtos e objetivos, é o ponto de partida para dois livros organizados pelo escritor santa-mariense Márcio Grings. O primeiro deles é "Todos os Pardais do Mundo", novo livro do escritor. O segundo, "Oficina de Pardais", é assinado por alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Sergio Lopes e organizado pelo escritor. O lançamento das duas obras acontece  no dia 12 de setembro, durante a segunda edição da Festa Literária de Santa Maria (Flism).

Fotos e montagem: Pablito Diego


Grings explica que o haicai é marcado pela economia de palavras aplicada em poemas precisos e com uma estrutura diferente. Entre alguns representantes da técnica aqui no país estão Paulo Leminski, Guilherme de Almeida, Millôr Fernandes, Olga Savary e Mario Quintana.

"Os temas trabalhados no haicai buscam a simplicidade, aparentemente até banais, mas tratam da fugacidade das coisas, de assuntos do cotidiano ou da natureza. É incrível poder dizer tanto em apenas três linhas", explica Márcio Grings.

O lançamento das obras literárias será na Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria (Cesma), no dia 12 de setembro, às 18h, com entrada franca.

Coletânea de haicais explora a técnica japonesa em "Todos os Pardais do Mundo"


Divulgação Memorabilia
O sétimo livro assinado por Márcio Grings reúne 260 haicais produzidos em grande parte durante 2016 e 2017. A obra será publicada pela editora independente Memorabilia e de acordo com o autor, a simbologia dos pardais, um dos mais urbanos habitantes do mundo animal, norteia a publicação. A obra conta com ilustrações da artista plástica Fran Culau, e está sendo lançado em versão bilíngue (português/inglês); "Imaginamos que assim o livro possa circular mais longe", conclui o escritor. 

Divulgação Memorabilia
"O pardal é um intruso na terra dos homens, podemos dizer que trata-se de um autêntico personagem Dickensiano dos céus. Tal como um Oliver Twist do Mundo dos Pássaros, há uma insígnia de resistência em sua figura parda. Ele é a personificação de liberdade e adaptação às dificuldades que o viver proporciona", afirma Márcio Grings.

Antes de "Todos os Pardais do Mundo", o escritor lançou "Saindo da Linha" (2002), "Rock & Roll" (2004), "Vivendo À Sombra dos Gigantes" (2006), "A Nós, o Clube dos Descontentes"(2006), "Drive-In" (2013), "O Caminho Mais Longo" (2013), além de ter participado e organizado a coletânea "Santa Invasão Poética" (2002). 

Oficina literária foi o berço do livro "Oficina de Pardais"

"Oficina de Pardais" nasceu como resultado de oficinas realizadas com crianças e adolescentes de 11 a 15 anos, todos alunos da EMEF Sérgio Lopes, localizada na Vila Renascença, região Oeste de Santa Maria. Durante as atividades, realizadas de abril a agosto de 2019 e coordenadas por Márcio Grings, os estudantes produziram haicais que agora serão apresentados no livro.


Foto: Pablito Diego
Porém, o embrião do livro "Oficina de Pardais" foi concebido em 2018, quando Grings participou da semana literária da escola. Na ocasião, a professora Daniela Barbosa fez a ponte entre o escritor e os alunos para estimulá-los a produzirem seus próprios haicais. Assim, o escritor orientou o processo autoral dos estudantes, apresentando a origem do gênero poético, estimulando a leitura e auxiliando a escrita de seus próprios poemas. 

Um detalhe interessante durante o processo de produção do livro "Oficina de Pardais" é o fato que parte dos poemas de "Todos os Pardais do Mundo" foi utilizada e retrabalhada como ferramenta didática durante as oficinas. 

As publicações contam com recursos do Fundo Estadual de Cultura (FAC) e da Prefeitura Municipal de Santa Maria. 

"Como alguém que ama, fala e produz literatura há mais de 20 anos, há um bom tempo eu estava à procura de uma atividade social ligada a essa paixão. E, mesmo diante de um tempo em que imperam a truculência das relações humanas, a ausência de diálogo e uma ampla escassez da disponibilidade às necessárias delicadezas do cotidiano, os jovens que abrilhantam. 'Oficina de Pardais' surge como um lúcido sinal de vida", explica o escritor.


Foto: Pablito Diego

Para Márcio Grings, ainda que estejamos todos mergulhados no maniqueísmo de um sistema brutal e excludente, a arte continua nos ajudando a respirar. E ainda segundo ele, os livros mantêm o peso de produto mágico, funcionando como um portal para que a literatura, e principalmente a poesia ainda possam salvar o mundo. É nisso que o escritor acredita.

SERVIÇO:

Lançamento dos livros "Oficina de Pardais" e "Todos os Pardais do Mundo", dia 12 de setembro de 2019 / Evento: - 2ª Flism (Festa Literária de Santa Maria) / Endereço: - Cesma (Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria), Professor Braga, 55 / Horário: - 18h / Valor das publicações: - "Oficina de Pardais", 88 páginas - R$ 15 - Todos os Pardais do Mundo, 136 páginas - R$ 25

Comentários

Postagens mais visitadas