Sistema Solar ao vivo no Planetário da UFSM (Santa Maria - RS)

#
A nova encarnação da Poços & Nuvens. Foto: Pablito Diego (Há Cena)  

SHOW TAMBÉM REVELA NOVA FORMAÇÃO DA POÇOS & NUVENS 

Por Márcio Grings

Nos últimos 10 anos, Gérson Werlang dedicou grande parte de sua atuação e produção artística à carreira solo. Em 2008, "Memórias do tempo" promoveu seu debute fora da Poços & Nuvens, banda formada ainda nos anos 1980 e, que até então, em quatro álbuns, canalizara grande parte de suas composições. Com "Sistema Solar", de 2015, Werlang continuou a evoluir numa trajetória fora da banda. E como membro fundador do Poços, é natural que a revisitação aos temas clássicos do grupo ainda permanecessem no setlist das apresentações solo. No próximo dia 26, em evento gratuito no Planetário de Santa Maria, Werlang fecha um novo ciclo. Além de se despedir do tour de "Sistema Solar", após um hiato de três anos sem apresentações da Poços & Nuvens, Gérson ainda anuncia uma nova encarnação da banda, reconfigurando a legenda que o levou a abertura de shows internacionais, gravações no centro do país e participações em festivais de rock progressivo na América do Norte. 

Siga a página da Poços & Nuvens no Facebook

A formação agrupa o time de músicos que acompanha a pouco mais de um ano - Vinicius Brum (baixo e voz de apoio), Fernando Perusso (teclados e flauta), Vivian Reis (violino e voz de apoio) e Pablo Castro (bateria), com voz principal de Gérson Werlang, que também toca guitarra e bandolim.

Planetário da UFSM. Em primeiro plano, Relógio solar. Foto: reprodução 

#
"Sistema Solar" ao vivo no Planetário da UFSM. Por Poços & Nuvens", evento gratuito dentro de um dos espaços mais interessantes da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), merece destaque por alguns fatores. Além da volta às atividades de uma das importantes bandas gaúchas ligadas ao rock progressivo, esse retorno acontece num local histórico da Região Central do Estado. O Planetário da UFSM foi inaugurado em 14 de Dezembro de 1971. O projeto arquitetônico da edificação é do arquiteto Oscar Valdetaro, a partir de um esboço doado por Oscar Niemayer. O Planetário foi quinto Planetário brasileiro, oitavo na América Latina, o primeiro no Rio Grande do Sul e o primeiro em uma cidade do interior no Brasil. Em 1976 o Planetário recebeu o nome do Prof. José Mariano da Rocha Filho, fundador e primeiro reitor da UFSM. Essa será a primeira vez que um concerto de rock acontecerá dentro da sala de projeções do Planetário. 

Sistema Solar ao vivo no Planetário da UFSM: por Poços & Nuvens começa às 20h do próximo dia 26, último sábado de Outubro. Gratuito, confirme sua participação nesse evento inédito por este LINK (coloque seu nome, telefone e e-mailvagas limitadas). A apresentação será gravada para consequentes lançamentos em áudio/vídeo.

Poços & Nuvens - Vinicius Brum, Vivian Reis, Fernando Perusso, Gérson Werlang e Pablo Castro. Foto: Pablito Diego
#
E para quem já quiser ir aquecendo as turbinas, ouça na íntegra "Sistema Solar", base do concerto de retorno da Poços. O disco foi lançado em CD e LP (vinil 140 gramas). Para adquirir seu exemplar/formato favorito encomende por AQUI
    

Comentários

Postagens mais visitadas