Rock'N'Blues Food Station, dias 1º, 2,3 e 4 de Novembro

Arte: Pablito Diego/Há Cena
Alguém tem dúvida de que a cultura dos food trucks encontrou afinidade com o público santa-mariense? Certamente essa empatia se deve por atraentes fatores e motivações. Entre eles, trata-se de uma boa opção de entretenimento para toda a família, principalmente por apresentar uma proposta fora da ambiência claustrofóbica dos espaços fechados. E nada como aproveitar as virtudes das estações mais quentes, e assim, gozar as benesses de um evento ao ar livre. 

E nesse caminho que surge o ROCK'N'BLUES FOOD STATION, evento que acontece nos próximos dias 1°, 2, 3 e 4 de Novembro, no amplo pátio interno do Neo autoposto da Avenida Dores, 454 (rótula do Fórum). A intenção é proporcionar ao público variadas opções de alimentação - com foco em comida de rua, além de oferecer diversas naipes de bebidas, cervejas artesanais e uma modalidade específica de entretenimento: blues e rock'n'roll! Essa reunião de forças entre food trucks, somada a importantes marcas de bebida artesanal, aliado a um casting de bandas/artistas locais envolvidos com a cena do rock e do blues, fazem do ROCK''N'BLUES FOOD STATION um acontecimento imperdível para o próximo feriadão.

Segurança, estacionamento, banheiros, loja de conveniência e toda infraestrutura para o bom funcionamento das ações dentro do amplo espaço do pátio externo do Neo Autoposto. Nos intervalos entre as apresentações, que teu seu início às 17h, a seleção musical fica a cargo de Márcio Grings (Memorabilia). 

Confira a grade de atrações:

☆☆☆☆☆ 

1º de Novembro (quinta-feira)

17h - Cantigas do Rock 
Arte: Pablito Diego/Há Cena

Com o projeto Cantigas do Rock, Vinicius Brum propõe uma viagem sonora pela história do rock'n'roll, reprisando diversos hits do gênero. Acompanhado apenas de seu violão, o artista reinventa e reinterpreta diversas bandas e artistas, dos anos 1960 até os dias atuais.

19h - Kingsize Blues Cafe
Foto/arte: Pablito Diego/Há Cena
O Rock’n’Blues Food Station tem a honra de promover a estreia da Kingsize Blues Café, super quarteto formado por veteranos da cena blueseira local, e grande atração do evento com o selo do blues. No repertório, standards e clássicos do gênero, além de releituras de "lados b" de grandes nomes do blues. E claro, a Kingsize Blues Café, nunca deixa de lado a atmosfera de jam session e improviso, uma das marcas registradas desse quarteto e do estilo.

21h- The Césaros
Arte: Pablito Diego/Há Cena

Formada em 2012, a The Césaros é uma das bandas em evidência no cenário local. O grupo explora travessias do blues com o rock, flerta com o funk e não se envergonha de tingir-se com cores manjadas do pop. Lançado no primeiro semestre de 2017, "Devaneio", álbum de estreia dos caras, é considerado por muitos um dos melhores trabalhos lançados nos últimos anos em Santa Maria.

23h - Encerramento

☆☆☆☆☆ 

2 de Novembro (sexta-feira)

17h - Felipe Quadros
Arte: Pablito Diego/Há Cena

Felipe Quadros é um dos novos prodígios surgidos nos últimos anos em Santa Maria. Atualmente reside em Porto Alegre, onde toca em diversos projetos, ao lado de nomes como Diego Lopes (Acústicos & Valvulados), "Mumu" Bortholuzzi (Vera Loca) e Márcio Petracco (TNT). Nas apresentações solo - voz e violão - Felipe apresenta releituras para clássicos do rock, folk, blues e country.

19h - Projeto Baleia
Arte: Pablito Diego/Há Cena

O Projeto Baleia aposta suas fichas na onda do reggae, na vibe das bandas californianas e australianas e, principalmente, no espírito universal do surf music. No repertório, sucessos da década de 1980 e clássicos das FMs que embalaram - e ainda embalam - nossas vidas. Imperdível!

21h - Harvest Moon
Arte: Pablito Diego/Há Cena

A Harvest Moon se dedica a celebrar a obra do artista canadense Neil Young. De Buffalo Springfield até os dias atuais, o quinteto abusa das sobreposição de vozes em seu repertório acústico, revelando releituras absorvidas pelo espírito do folk, country e rock’n’roll dos anos 1960/70. A novidade em 2018 é um recorte dedicado a reler a obra da banda norte americana Eagles.

23h - Encerramento: 23h

☆☆☆☆☆

3 de Novembro  (sábado)

17h - Christian Guimarães
Arte: Pablito Diego/Há Cena


Christian Guimarães é guitarrista/compositor da banda santa-mariense Relicário. Em apresentações solo, o músico flerta com o blues, country e tradicionais standards que fizeram a história do rock, em um repertório crivado de clássicos nacionais e internacionais.

19h - Kingsize Blues Cafe 
Foto/arte: Pablito Diego/Há Cena

Como única atração totalmente dedicada ao gênero fundamentada as margens do Rio Mississippi, no Sul dos Estados Unidos, no terceiro dia do evento, a Kingsize Blues Café retorna ao palco do RBFS. No set, uma reprise e ampliação da passagem do quarteto no primeiro dia de apresentações.  

21h - Rocksane
Arte: Pablito Diego/Há Cena


Seja no repertório de releituras, ou até mesmo na produção autoral, A Rocksane fixa suas raízes no Hard Rock dos anos 1980. Prepare-se para ouvir uma enxurrada de clássicos do gênero, sempre impulsionados por riffs de guitarra e vocais no talo.


23h - Encerramento

☆☆☆☆☆

4 de Novembro (domingo)

17h - Pablo Pohlmann
Arte: Pablito Diego/Há Cena


Pablo Pohlmann é um dos nomes atuantes da cena roqueira do Centro do RS. Na paleta de cores – country, rockabilly, hard rock, releituras dos maiores clássicos do rock nacional/ internaciona e canções de sua autoria. Atuando em bandas diversas, já gravou CDs e EPs. Para os próximos meses, prepara o lançamento de seu primeiro registro solo


19h - Devil's Throat
Arte: Pablito Diego/Há Cena

Seja pelo “Slap” do contra-baixo, ou pela vibração da Telecaster nos solos de guitarra, a Devil’s Throat traz aos palcos toda a rebeldia e intransigência juvenil da década de 1950! Com repertório baseado nos anos inicias do rock, o quarteto aposta suas fichas em arranjos baseados numa nova tendência - o Wild Rockabilly. Um show que certamente irá contagiar o público do Rock 'n' 'Blues Food Station.

21h - Camaleão & os Bicho do Mato
Arte: Pablito Diego/Há Cena

Na trilha do Hard Rock e do Stoner, com sombreamento no espírito do rock gaúcho, o primeiro disco da Camaleão & Os Bichos do Mato, homônimo, saiu em 2016. Numa atmosfera setentista, as músicas versam sobre temas, como opressão, política e corrupção, mas quase sempre buscando um tom irônico. O trio prepara novo trabalho para 2019, e algumas das novas canções devem surgir no set da apresentação da banda no Rock 'n' 'Blues Food Station. 

23h - Encerramento

Comentários

Postagens mais visitadas