domingo, 26 de novembro de 2017

Santa Maria Canta Pylla - Theatro Treze de Maio, 25 de Novembro de 2017

Fotos: Fabiano Dallmyer
#
Texto Márcio Grings Fotos Fabiano Dallmeyer (exceto indicada)

Fazer cultura, trabalhar com a arte, viver de música, estamos falando de uma atividade de guerrilha, de entrega, de absoluto envolvimento, de aprender a dar e muitas vezes não receber em troca, pense em nem ME-TA-DE daquilo que foi entregue. Outras vezes, alguns afortunados podem ser agraciados com o dobro do que deram. 

E o rock and roll pode lhe estourar os cornos, arrancar os seus cabelos, detonar os seus ossos, arranhar os jogos de imagens que lhe confundem o olhar. Visão turva dos fatos frente à sensação de assistir ao crime ao vivo, em rede nacional, bem na frente dos seus olhos. Na real, um bom embate sempre gera uma alta expectativa. Por que será que muitas vezes temos a sensação de que Santa Maria parece uma Cidade Fantasma? Esse bad feeling vai e vem, provavelmente um sentimento perdido de tanto levar porrada. Que saudade dos anos 1980/90! A Cidade do Rock reluzia como uma estrela brilhante bem no Centro do Rio Grande do Sul. Antes, o Vento Norte soprava forte, tão intenso que quando hoje, ouvimos o som do Minuano assoviando sobre os morros da Região Central, sabemos que essa ressonância não passa de uma simples brisa. Tudo passa. Algumas coisas não...

Rodrigo Cezimbra Foto: Fabiano Dallmeyer
Leandro Karnal disse: “A fórmula mais exata para produzir um ser humano imbecil, é mimando”.  Em termo de arte e cultura, eu retifico: “A fórmula mais cruel e injusta de um povo tratar os seus artistas, é esquecê-los”. Para tudo há um meio termo... Pagar tributo em vida a Pylla Kroth, certamente é também homenagear  milhares de nomes: músicos, profissionais do meio, fãs, público local, que fez do nosso rock, um motivo de celebração.

Cartaz do evento. Ilustração: Fran Cullau. Arte: Diego De Grandi 
No palco, muitos convidados, e em sua totalidade - artistas que ainda movem a engrenagem artística local. A banda de apoio é formada por Marcelo Sartori (baixo), Cezar Nogueira (bateria) e Leo Mayer (guitarra), a Carbono 14, atual grupo de Pylla em seus discos e nos palcos, músicas da Thanos, Fuga, 220 Volts e Carbono 14. Também houve contribuições de Adriano Zuli (teclados) + vozes de apoio de Pintoo, Rodrigo Cezimbra e Renato Molina.     

A apresentação começa com "Visão turva", tema em que Pylla vem abrindo seus shows desde o lançamento de "Lá de volta outra vez" (2016). No vocal, Rodrigo Cezimbra (Hurricanes), que procura reprisar os gestos e a forma de atuação de Pylla ao se apresentar ao vivo, prestando seu tributo também ao performer. Outra das preferidas do atual set, "Na Real", tem o suporte de Vinícius Brum (Rinoceronte), um desempenho ao estilo dos cantores dos anos 1970, semelhante ao que Brum fazia na época em que cantou na Outhouse Birinight Band. Um dos melhores vocalistas de metal da Região Central, Fabrício Furia (Spit), é o responsável por reinterpretar "Crime ao vivo", tema que dá nome ao álbum homônimo da Fuga lançado em 1993, e do mesmo LP, Pinttoo reprisa "Intimidade", um dos grandes sucessos da Fuga. 

Fabrício Furia. Foto: Fabiano Dallmeyer
De "Bruxos Rosa", Yuri ML (Guantánamo Groove), é o responsável por apresentar "Já era", e Adriano Zuli (Geringonça), mostra um viés mais suave de "Novo romântico", tema original da banda santa-mariense Banana Explícita, regravada por Pylla em "Lá de volta outra vez". Acompanhada apenas do violão de Leo Mayer (que também cantou em uma parte da canção), a cantora Deborah Rosa revela um dos flagrantes mais intimistas da noite com "Embates", esquecido tema do repertório de Pylla. Rodrigo Cezimbra retorna ao palco e encarna o espírito de um bluesman em "Brisa, brasa, blue", quando também podemos perceber o talento nato do guitarrista Leo Mayer como uma dos melhores instrumentistas da atual geração.

Veja um breve retrospecto da noite.



Direto da 220 Voltz, Lennon Schvarcz (Memphis) incendeia o público com "Cidade do rock", um dos maiores hits do rock local. A segunda vez de Pinttoo nos traz "Jogos de imagens", uma das melhores músicas da Fuga, e com sua voz lírica/gutural/rocker Luana Palma (Finita) ressuscita "Cidades Fantasmas", fantástico standard da Thanos, primeira banda de Pylla, ainda na primeira metade dos anos 1980. E já no final do espetáculo, Renato Molina toma para si "Sentimento Perdido", a bola 8 do rock santa-mariense, e música que continua a passar o seu grito de protesto.     

Pinttoo. Foto: Fabiano Dallmayer
E no final, Dona Dalva Kroth, mãe de Pylla, sobe ao palco e convida o filho a cantar "Saudade", uma música indivisível da persona artística do cantor. Visivelmente emocionado, e com todos os participantes do projeto no palco, a noite da homenagem ao ícone maior do rock de Santa Maria chega ao seu fim, deixando no ar um clima de extrema comoção. 

Luana Palma. Foto: Fabiano Dallmyer
Agradecimentos especiais

Projeto Cultural Treze, o Palco da Cultura. Promoção: Associação dos amigos do Theatro Treze de Maio; Financiamento: Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria.  

Equipe:

Técnico de palco: Mauro Defunto; Técnico de áudio: Cassiano Radtke; Luz: Vanessa Giovanella; auxiliares de produção: Sandor Mello e Camila Gonçalves; captação de imagens: Alex Cáceres; equipe fotográfica: Ana Bittencourt, João Nicoloso, Dartanham Baldez Figueiredo e Fabiano Dallmeyer; cenografia: Fran Cullau; direção musical: Leo Mayer; produção executiva: Grings – Tours, Produções e Eventos.

Veja o álbum de fotos de João Nicoloso
Veja o álbum de fotos de Dartnhan Baldez Figueiredo

Adriano Zuli. Foto: Fabiano Dallmeyer
Setlist

01 Visão turva - Rodrigo Cezimbra
02 Na Real - Vinícius Brum
03 Crime ao vivo - Fabrício Furia
04 Intimidade - Pintoo
05 Já era - Yuri ML
06 Novo romântico - Adriano Zuli
07 Embates - Deborah Rosa
08 Brisa, brasa, blue - Rodrigo Cezimbra
09 Cidade do rock – Lennon Schvarcz
10 Jogos de imagens – Pinttoo
11 Cidades fantasmas - Luana Palma
12 Sentimento perdido - Renato Molina
13 Saudade - Pylla

Lennon Schvarcz. Foto: Fabiano Dallmeyer  

 Deborah Rosa. Foto: Fabiano Dallmeyer  

 Yuri ML Foto: Fabiano Dallmeyer  
Foto: João Nicoloso
 Leo Mayer Foto: Fabiano Dallmeyer  

 Renato Molina Foto: Fabiano Dallmeyer   
 Marcelo Sartori. Foto: Fabiano Dallmeyer  

 Cezar Nogueira Foto: Fabiano Dallmeyer  

Nenhum comentário:

Postar um comentário