terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Com ausência confirmada na cerimônia, Bob Dylan entrega carta com seu discurso no Nobel

Reprodução
Músico norte-americano, que não participará da cerimônia de entrega, terá seu texto de agradecimento lido no tradicional banquete em Estocolmo. Fundação anuncia Patti Smith para interpretar canção de Dylan no evento.

A poucos dias da cerimônia de entrega dos prêmios Nobel, especulações sobre a participação do agraciado com o prêmio de Literatura, o cantor Bob Dylan, no evento começam a ganhar contornos. Segundo comunicado emitido pela Fundação Nobel nesta segunda-feira (05/12), o músico de 75 anos enviou um discurso de agradecimento para ser lido junto com os dos outros premiados no tradicional banquete posterior à entrega, que acontece no sábado em Estocolmo.
A Fundação Nobel não disse quem receberá o prêmio em nome do músico, mas divulgou que uma canção de Dylan, “A hard rain's a-gonna fall”, será interpretada pela cantora norte-americana Patti Smith na festa de entrega dos prêmios. 
Patti Smith cantará uma canção de Dylan. Foto: reprodução
Dylan foi agraciado em 13 de outubro com o Nobel de Literatura por criar "novas expressões poéticas dentro da grande tradição da canção americana". A escolha surpreendeu os meios culturais, pois esta é a primeira vez que o prêmio foi dedicado a um compositor de música pop.

Desde que teve seu nome anunciado pela Academia Sueca, Bob Dylan foi alvo de uma série de especulações sobre sua aceitação ou não do prêmio. Em 13 de outubro, dia do anúncio da atribuição do Nobel, ele deu um show em Las Vegas sem dizer uma única palavra sobre o assunto.

Mais tarde, Dylan finalmente aceitou o Nobel e agradeceu o reconhecimento, admitindo estar "sem palavras" diante do prêmio, mas sem confirmar se iria recebê-lo pessoalmente. Há cerca de três semanas, ele comunicou que não compareceria à cerimônia nem à conferência de aceitação, realizada três dias antes, alegando compromissos prévios.
Bob e Patti em foto registrada na segunfda metade dos anos 1970. Reprodução



Embora não seja necessário que o agraciado vá a Estocolmo – como ocorreu nos últimos anos com os britânicos Doris Lessing e Harold Pinter –, ele precisa realizar uma conferência para receber o prêmio, assim como as 8 milhões de coroas suecas (cerca de 3 milhões de reais). A conferência de recebimento não precisa ser presencial nem precisa ser um discurso, mas deve acontecer num prazo de seis meses a partir de 10 de dezembro.

Fonte DW

Nenhum comentário:

Postar um comentário