SHINE A LIGHT: FALTAM 20 DIAS PARA VER OS ROLLING STONES EM PORTO ALEGRE

Reprodução
"Shine A Light" teve seu estágio embrionário, durante as sessões de gravação de "Let It Bleed" (1969). Quando ficou na marca do pênalti para entrar em um álbum, no caso "Exile On Main Street" (1972), recebeu adições de gospel de duas artista de gabarito. Clydie King e Vanetta Field, ganharam fama como Ikettes, ou seja, faziam backing para Ike Turner, um dos inventores do rock. Durante os anos 1970, formaram dois terços das Blackberries, grupo vocal feminino que, apesar de gravar material próprio, também era contratado para fazer os vocais de fundo em todo tipo de gravação. Muitos dos backing vocais que ouvimos nos disco do Humble Pie, por exemplo, são dessas meninas. E em "Shine A Light", elas são o grande tempero do tema composto pela dupla Jagger/Richards.

No teclado, Billy Preston; Jimmy Miller faz a bateria; Mick Taylor gravou o baixo e uma das guitarras; Keith está na outra guita; Mick no vocal. "Shine A Light" reapareceu ao vivo em "Stripped" (1995) e novamente na trilha sonora do filme homônimo de 2008, dirigido por Martin Scorsese.
.

Um clássico dos Stones.

Comentários

Postagens mais visitadas