terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Esperando Joan Baez: o romance entre a cantora e Steve Jobs


Faltando pouco mais de duas semanas para o início do tour no Brasil da cantora norte-americana Joan Baez, recupero uma história pinçada na biografia de Steve Jobs. No capítulo 20 do livro escrito por Walter Isaacson, há um curioso e revelador relato sobre o romance entre a musa do folk e o mago da tecnologia digital. Quando eles começaram a namorar em 1982, ele tinha 27 e ela 41, mas tiveram uma ligação romântica que durou alguns anos.

“Virou um relacionamento sério entre dois amigos casuais que se tornaram amantes”, lembrou Jobs, num tom um pouco melancólico.

Seguindo uma conclusão de Elizabeth Holmes, amiga de Jobs dos tempos de faculdade, ela achava que ele estava saindo com Baez, em parte, porque ela – além de ser bonita, engraçada e talentosa – tinha sido namorada de Bob Dylan. “Steve adorava essa conexão com Dylan”, disse ela mais tarde. 

Aos desavisados, Baez e Dylan namoraram nos começo dos anos 1960, e depois fizeram turnês como amigos, incluindo o tour Rolling Thunder Revue em 1975 (Jobs tinha gravações não autorizadas desses concertos).

Namoraram três anos. Depois do fim do relacionamento, tornaram-se bons amigos. “Não estávamos destinados a ficar juntos. Eu estava interessado em ter filhos, ela não queria mais”. Nas memórias que escreveu em 1989, Baez fala do rompimento com o marido e explica po que nunca mais se casou: “Meu negócio é ficar sozinha, que é o que sou desde então, com algumas interrupções, que são na maioria piqueniques”, escreveu. No fim do livro faz um simpático agradecimento a “Steve Jobs, que me forçou a usar um processador de texto, colocando um em minha cozinha”.


Lembrando que ainda há ingressos à venda para o show de Joan Baez em Porto Alegre. O show acontece no auditório Araújo Vianna, no dia 19 de março, 21h.

Informações e serviço aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário