sexta-feira, 8 de março de 2013

Essa é para você, seu egoísta!




O dicionário Houais nos dá a seguinte definição de egoísmo:

substantivo masculino. 1 amor exagerado aos próprios valores e interesses a despeito dos de outrem. 2 exclusivismo que leva uma pessoa a se tomar como referência a tudo; excessiva vaidade, pretensão, orgulho, presunção. 3 Rubrica: ética. No kantismo, paixão humana fundamental, que consiste na submissão do dever ao interesse particular, em detrimento da obediência à lei moral. Obs.: cf. amor-próprio. 4 Rubrica: ética. No nietzchianismo, sentimento cuja plenitude está restrita ao homem nobre e incomum, capaz de compreender o mundo do ponto de vista exclusivo de seu próprio interesse, o que equivale, no campo da ética, ao perspectivismo interpretativo no âmbito da cognição. 5 Rubrica: psicologia. Atitude ética ou social que parte do princípio de que o móvel fundamental de todo pensamento ou ação (morais) é a defesa dos próprios interesses Obs.: p.opos. a altruísmo. 6 Rubrica: psicanálise. Interesse que o ego tem por si próprio.

Egoísmo é um veneno mortal, uma droga poderosa. Todo o egoísmo tem um “q” de presunção. Muitas vezes, sem sentir, o egoísta sufoca os seus de uma maneira tão avassaladora, que o sofrimento para os mais próximos é inevitável. O egoísta só pensa no seu próprio rabo. É um FDP mimado. Não acredita em pontos de vista diferentes, não enxerga que a felicidade muitas vezes está bem na frente do seu focinho, provavelmente apenas encoberta pelo capim. Isso por que se nega a compartilhar algo no qual ainda não entendeu. O desconhecido o assusta. Esse idiota tem medo de experimentar o novo. Olhar pra própria imagem no espelho o conforta. Frequentar os mesmos restaurantes, ouvir sempre as mesmas músicas, não se permitir a deixar o outro lhe mostrar algo inusitado para ele. O egoísta não olha paro o lado. Usa o egoísmo em protecionismo próprio. Como uma estrela de Xerife que lhe dá autoridade de prender e de soltar. Egoísmo é uma doença tão grave como o alcoolismo, destrói lares, desconstrói vidas.

Oscar Wilde nos alerta sobre esse fascínora: 

"O egoísmo não consiste em viver conforme nossos desejos, mas sim exigirmos que os outros vivam da mesma forma que nós gostaríamos"

Já Raul Seixas compôs um hino para os egoístas: 

Eu admito você tá na pista / Eu sou ista, eu sou ego / Eu sou egoísta, eu sou / Por que não”. 

Há décadas você ouve essa música e muitas vezes sorriu admitindo que compartilhava desse sentimento. “Sim, eu sou egoísta”. Isso soava como uma expressão de autoafirmação, algo que denotava orgulho. Será que dá para perceber que o egoísmo fode com sua vida há milênios? Ainda há tempo de consertar algumas coisas ao longo da estrada. Quanto tempo você ainda tem de vida? Vinte? Vinte e cinco anos? Trinta? Talvez nem perto disso.

Ok, você ficou perturbado em ouvir essas verdades? Agora não tem jeito, tranquilize-se. Há um antídoto. O Houais também nos dá o nome do remédio que pode curar essa doença:

Altruísmo: substantivo masculino. 1 Rubrica: filosofia. segundo o pensamento de Comte (1798-1857), tendência ou inclinação de natureza instintiva que incita o  ser humano à preocupação com o outro e que, não obstante sua atuação espontânea, deve ser aprimorada pela educação positivista, evitando-se assim a ação antagônica dos instintos naturais do egoísmo. 1.1 amor desinteressado ao próximo; filantropia, abnegação.


É. Você ouviu o tilintar na ficha caindo no fundo do jukebox da sua memória. É não é mais o Hino do Egoísta que toca na vitrola. Sabe que música toca lá? Nenhuma. Sabe Por quê? Porque não há graça alguma em ouvir aquela velha canção que lhe relembra o quão canalha você era. Essa ditadura opera nos outros uma vilania silenciosa, intransigente, subversiva, opressora...

Não é fácil mudar, mas é provável que ainda haja tempo. Nunca é tarde para alterar o destino de cada um de nós. Levante do alto do pedestal, seu egoísta de merda! Faça a sua parte, se esforce e pratique o altruísmo. 

Caso haja dedicação pela causa, provavelmente essa alameda ainda pode lhe apresentar alguma surpresa, e quem sabe, seu coração possa perceber tudo aquilo que estava tão claro, mas tão claro, que ofuscava seus olhos o tempo todo, e você tolamente não tinha capacidade de perceber. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário