Ainda não está escuro


Baseada em "Not Dark Yet", canção de Time Out of Mind"

As nuvens escuras promovem estranhos desenhos no céu. Gigantescas sombras que vão despencando sobre ele no final da tarde. Aquela movimentação nos céus aconteceu durante todo o dia. Muito calor lá fora. Dentro de casa está ainda mais quente. Deita nos lençóis e fica com a impressão que a cama está pegando fogo. A sua alma parece atormentada. Existem algumas cicatrizes que nunca foram sanadas completamente. E não há sol que recupere o viço dessa alma cansada que (agora) pesa como aço. Há algo dentro dele que parece pedir mais espaço para respirar. Como um monstro adormecido, prestes a devorá-lo. Ainda não escureceu totalmente, mas logo, logo, vai escurecer.

Seu senso de humanidade foi paro o saco faz tempo. Como um corpo jogado num riacho imundo. Atrás de cada toque de beleza, existe sempre algum tipo de dor. Lembra-se do último e-mail que ela enviou. Havia gentileza e revelações naquelas linhas. Ele conseguiu perceber sinceridade em cada frase. Ficou transtornado por não se importar tanto com o dano que promoveu. Apesar de ter culpa no cartório, a consciência estava limpa. Dá pra entender?

Ele esteve em Porto Alegre e deu uma esticadinha até o litoral. Sentiu medo quando ouviu o barulho do mar. Ele sabe que não é fácil estar na pele de alguém emaranhado numa teia de mentiras. Ele não procura perdão nos olhos de ninguém, mas pode acreditar: diversas vezes fica com a sensação que seu fardo parece ser insuportável. Ainda não está escuro ainda, mas logo, logo, as coisas podem ficar ainda pior.

Ele é um homem cansado. Nascer e morrer em Santa Maria, contra a sua vontade, provavelmente seja seu destino. Apesar da contínua sensação de movimento, ele não se move do lugar. No seu corpo, cada nervo e músculo não respondem da mesma forma dos últimos anos. Nem mesmo se lembra do que estava fugindo quando voltou pra casa. Nem sequer ouve o murmúrio de uma oração. Ainda não está escuro, mas pode acreditar, em breve a noite vai tomar conta de sua alma.

Comentários

Postagens mais visitadas