Brincadeirinha das boas

Nunca fui fã do Los Hermanos ou Strokes. Mas confesso que fiquei ligado no novo projeto do guitarrista Rodrigo Amarante (para muitos a verdadeira força criativa do Los Hermanos) e Fabrizio Moretti (o batera brasileiro dos Strokes). A banda que foi batizada de Little Joy também conta com a californiana Binki Shapiro. O disco foi lançado pelo selo Rough Trade Records no último dia 4 de novembro. A Rolling Stone americana descreveu o álbum como “canções que retratam o pop de meados do século XX com música jamaicana, havaiana e sabores de bossa nova”. Se passearmos pelas canções podemos perceber que grande parte da teia de influencias da dupla Amarante & Moretti estão espalhadas pelo disco. O clima rock’n’roll passa batido na maioria do conteúdo composto, mas também há rock diluído na geléia do material. How To Hang A Warhol parece strokes. Keep Me In Mind é puro Los Hermanos e algumas coisas lembram uma mistura das duas bandas.

Ao longo da audição também podemos associar o som dos LJ com harmonias vocais a lá Beach Boys e Syd Barret. Mas o clima retro é acentuado quando nos deparamos com Bink Shapiro cantando Don’t Watch Me Dancing. A voz da loirinha nos remonta a presença da sueca Nico, cantora que passou pelo Velvet Underground no final dos anos sessenta. The Next Time Around, o primeiro single do trio já está bombando na rede. Na Itapema, podemos ouvir todo o otimismo de Brand New Start. Falando em otimismo, essa talvez seja uma das marcas registradas desse primeiro disco do Little Joy, um projeto aparentemente despretensioso, mas que possivelmente pode ganhar longas asas e voar alto no mundo do pop. Tudo isso com muita simplicidade.

baixe o disco e confira toda a saborosa mistureba do Little Joy:

http://rapidshare.com/files/156790146/LJ-2008__GIRnR.zip.html 

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas