RESENHA: PYLLA C14 – LÁ DE VOLTA OUTRA VEZ

Pylla C14. Foto: Ernesto Sacchet
Se existe um nome do rock da Região Central do RS que tenha o quilate de lenda, com todas as idiossincrasias que o peso dessa coroa fustigue sua persona, esse cara é Pylla Kroth. O artista que escolheu Santa Maria como pátria lança novo petardo com a logotipia do rock entalhada a ferro (vide a embalagem do CD). “Lá de volta outra vez”, seu quarto trabalho solo com apoio da Carbono 14, é um disco de rock que pode tranquilamente levar o carimbo do metal pesado, já que este é seu álbum mais alinhado com o gênero. 

Veja o clipe de "Já era". 



Na formação que o acompanha, o sobrinho Leo Mayer (guitarra e toda a direção musical do projeto), Marcelo Sartori (baixo) e Cezar Nogueira (bateria), além das participações especiais de Mumu (baixo), Leandro Schirmer (bateria), Adriano Zuli (teclado), Diego Pignataro (teclado) e Fernanda Junges (vocais). Nas composições, parcerias do Magrão com velhos parceiros como Francismar Prestes Leal, Joel Trilha, Gonçalo Coelho, e sua esposa Fran Culau (que também é responsável pela arte da capa). Entre os destaques, impossível não falar da produção de Mayer, ajustado com os saudosos timbres do metal oitentista. 

Veja o clipe de "Visão turva".




Das nove faixas do álbum, brilham temas como “Na Real” e “Fuligem”, além de “Já era” e “Visão turva”, números que também viraram videoclipe. "Novo romântico", a única (falsa) balada dessa leva de sons, remonta as lembranças da banda Fuga. Na verdade Magrão resgata uma música da extinta banda Banana Explícita, outro time que fez história nos anos 1980 na Região Central. Não deixe de ouvir a faixa instrumental “Escape II”, onde a C14 mostra sua força não apenas como banda de apoio. "É uma composição nossa! O disco já estava pronto e surgiu esse riff durante as gravações. Começamos a tocar e o tema foi evoluindo. Daí resolvemos gravar", explicou Leo Mayer.

Em "Passará" Pylla diz na letra: "Viver, eu só quero viver / Do meu jeito de ver". Parafraseando sua música, sim, dá pra dizer que Pylla encontrou um caminho artístico original, dentro de um universo particular onde ele domina as ações com sua visão de mundo muito peculiar. E certamente "Lá de volta outra vez" é o melhor de seus discos, um libelo do rock santa-mariense em busca de um espaço também fora daqui. 

Confira o tracklist completo:


01 Visão turva
02 Na real
03 Fuligem
04 Rotina
05 Novo romântico
06 Indigerível
07 Escape II
08 Passará
09 Já era 
#
A arte do CD é de Fran Culau. Foto: Divulgação


Comentários