MICHAEL HUTCHENCE: 19 ANOS SEM O VOCALISTA DO INXS

Reprodução

Por Ana Bittencourt

Em 22 de novembro de 2016 completam-se 19 anos da morte de Michael Hutchence, líder e vocalista da banda australiana INXS. Na década de 90, o vocalista, considerado sex simbol de toda uma geração, ganhou os holofotes sensacionalistas por conta da vida pessoal conturbada e polêmica, incluindo crises depressivas, dependência química, casamentos-relâmpago, separações e disputas judiciais pela guarda das filhas da mulher, Paula Yates (morta por overdose de heroína em 17 de setembro de 2000). 

Extremamente talentoso, mas de personalidade complexa, por vezes tímido e reservado fora dos palcos, Hutchence desapareceu precocemente aos 37 anos, quando foi encontrado sem vida em um quarto de hotel em Sidney (Austrália). A necropsia atestou suicídio por enforcamento (clique aqui para assistir ao documentário "Autópsia de Famosos", exibido pelo Discovery Channel). Mas, dentre as muitas curiosidades que cercam o personagem, fala-se que ele teria morrido em consequência de “asfixia auto-erótica” (ou "scarfin", processo de cortar a alimentação de ar para aumentar a intensidade do orgasmo durante o auto-prazer). 

Em 2017, ano marcado pelo vigésimo aniversário de morte do vocalista, dois documentários sobre a vida de Michael Hutchence deverão ser lançados. Um deles, já em fase de produção, será dirigido pelo cineasta Richard Lowestein, parceiro do INXS em diversos videoclipes da banda. 

Lowestein já tem acesso ao arquivo visual de Hutchence. O documentário deverá se concentrar na personalidade do vocalista e não tanto na trajetória da banda, conforme declarou o diretor. Além dos documentários, também estão previstos relançamentos da discografia do INXS. 


Reprodução


INXS – Formada em 1977 com o nome The Farriss Brothers, a banda australiana mudou de nome em 1980, após o lançamento do primeiro disco, homônimo. O auge do INXS (cujo nome vem de IN EXCESS, “em excesso”) aconteceu em 1987, com o álbum Kick. Ainda na década de 1980 o INXS desfilou uma sequência de hits como Suicide Blonde, Disappear, Need You Tonight, New Sensation,  Never Tear Us Apart e Beautiful Girl. Após algumas tentativas (em vão) de continuar tocando sem a presença forte e emblemática de Michael Hutchence, a banda declarou, em novembro de 2012, por meio de um comunicado, que estava encerrando sua trajetória, marcada pela venda de 45 milhões de cópias dos seus 12 álbuns lançados. Mesmo assim, há algumas semanas, no Twitter oficial do INXS, a banda comemorou os 29 anos de lançamento do álbum Kick. Também no Twitter não faltaram homenagens a Michael Hutchence. As postagens dos colegas de grupo dizem: “We don’t need an anniversary to miss you, we miss you everyday” (Nós não precisamos de um aniversário para sentir sua falta, nós sentimos saudades todos os dias).










Ouça uma seleção com os grandes sucessos da banda. Só clicar e curtir. 

  




Comentários