sexta-feira, 26 de agosto de 2016

MAIO 23, DE BRAÇOS ABERTOS COM O SOM AUTORAL


Foto: Eduardo Rocha
A rapaziada da banda Maio 23 é conhecida na cena santa-mariense, afinal, tudo começou aqui na cidade. Hoje, Eduardo Pohl (voz e guitarra), Tiago Abreu (Guitarra), Fabiano Vedooto (baixo) e Eliton Holz (bateria), estão radicados na Capital gaúcha. E pra quem conheceu o quarteto como uma banda que apenas relia sucessos do rock nacional/internacional, saiba que a Maio lançou álbum de estreia autoral em abril desse ano. 

Arte: Agência visual
A direção musical de “Braços abertos” é de Vini Tonello (que já assinou a produção de artistas como Papas da Língua, Bidê ou Balde, entre outros), e foi produzido ao longo de todo o ano de 2015 nos estúdios AudioFarm (Viamão/RS) e Cafofo do Gringo (Porto Alegre). Outra novidade é que a banda acaba de lançar novo videoclipe. O material conta com a direção de Guilherme Spohr e coprodução da Happines Foto e Vídeo/Touch Music. 

Além de imagens com os integrantes da Maio 23, o vídeo é estrelado pela atriz Thai Ribeiro. 

Ouça "Braços abertos" na íntegra AQUI

Veja o clipe.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

O VIAJANTE DESEMBARCA


Capa do álbum por Diego de Grandi (Divulgação)
A experiência da estreia é sempre um momento marcante em nossas vidas. E ninguém está mais aberto a experiências inéditas do que aquele que viaja - aquele que se pré-dispõe a encontrar o novo. Esse mote nos indica o clima para o espetáculo desta terça-feira (23), às 20h, no Theatro Treze de Maio. O CD/show “O Viajante” apresenta a estreia dupla de uma nova banda santa-mariense: a Transneptunia, dupla porque marca o primeiro show da banda junto ao lançamento de seu primeiro CD. Ingressos R$ 15 (antecipados, sócios do Treze, estudantes e idosos) R$ 30 (público em geral no dia do evento). 

O espetáculo desta é mais uma iniciativa do Projeto Treze - Palco da Cultura, com promoção da Associação de Amigos do Theatro Treze de Maio e financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria.

Sleifer, Werlang, Silveira e Campos. Foto: Márcio Grings
As temáticas das letras de “O Viajante” relatam a saga desse personagem inspirado na carta “O Eremita” do Tarô de Marselha, além de promover um tour solitário pelos confins da galáxia, onde essa figura solitária evoca uma busca a procura de si mesmo, de um conhecimento evocativo nas suas inúmeras facetas e angústias. Na apresentação no Treze a apresentação conta com intervenções do ator Jader Guterres, encarnando o Viajante e também atuando como interlocutor entre banda e público.

Na formação da banda - Sávio Werlang (vocais e teclas), Maurício Silveira (guitarra), Ícaro Sleifer (baixo) e Edu Campos (bateria). O show ainda conta com a participação de Edgar Sleifer.
Quanto ao CD e o conteúdo intelectual da obra, “O Viajante” parte de uma referência no rock progressivo, no entanto, nos leva para além de uma simples  generalização, pois também podemos reconhecer traços de metal melódico, fusion, incursões no regionalismo, na literatura e artes plásticas.
 
O Viajante (por Jader Guterres). Foto: Fabiano Dallmeyer
Tudo começa com a canção homônima ao show/CD, onde o tecladista/compositor/vocalista e mentor intelectual do grupo Sávio Werlang apresenta armas a frente de seu teclado (numa tímbrica a lá DX-7 Yamaha), uma das marcas do álbum, além de alçar a lembrança do grupo canadense Rush em faixas como “Subdivisions”. “A vida é breve e a busca é longa / Numa jornada de um instante”.

O trabalho de sobreposições de guitarras é outro selo encrustado nas canções, crédito para o guitarrista Maurício Silveira, responsável pela engenharia de som do disco. “Gaudêncio sete luas”, standard da música regionalista de autoria de Luiz Coronel e Marco Aurélio Vasconcellos, ganha sua versão mais inusitada. Werlang interpreta como um autêntico cantador gaúcho, acentuando o contraste entre a intenção original da composição e até onde ela - a música - pode viajar, afinal “não vai ficar pra semente quem nasceu pra ventania”.

Ouça "Cisnes refletindo elefantes"




Se o CD tivesse um single, essa música certamente seria “Lembranças”, tema de Gerson Werlang, irmão de Sávio e ex-companheiro de Poços & Nuvens, banda em que os dois atuaram juntos por duas décadas. A balada, nunca utilizada em gravações, se destaca pelo flerte com o pop e blues. “Vento Sul”, primeira faixa revelada do grupo, ainda em dezembro de 2015, conta com participação de Felipe Zanini (violino) e de Edgar Sleifer (flauta). Sleifer ainda é um dos destaques de “La Rumorosa”, número instrumental que também fez parte do repertório de shows da Poços, e que o Werlang levou mais de uma década para finalizá-la. 

Ouça "Teiniaaguá. 



“Teiniaguá”, composição espelhada em uma lenda de João Simões Neto, é uma espécie de elo entre o gauchismo urbano e temas envolvendo mundos desconhecidos. Atente para a gaita ponto oito baixos de Werlang, espécie de fantasma dissonante que assombra vários momentos da faixa. “Cisnes refletindo elefantes” busca inspiração na obra de Salvador Dali para forjar uma letra surrealista, e de quebra é também um dos momentos mais interessantes do álbum.

“Ode à lua” traz referências implícitas à mitologia grega, mais precisamente na lenda de Perséfone, tratando de temas como a dualidade e a indecisão. E o álbum chega ao seu epílogo com “Navegantes”, espécie de desconstrução da faixa de abertura e encerramento que empresta caracteres semi-conceituais ao Viajante transneptunico.  


No dia do evento, o CD estará à venda por R$ 20, e após a noite de terça também poderá ser encontrado na Loja Disco Voador (Rua Antero Corrêa de Barros, 233). 

Ouça "Lembrança".

sábado, 20 de agosto de 2016

VÍDEO: PYLLA C14 NO THEATRO TREZE DE MAIO: "NA REAL'

PyllaC14 no palco do Theatro Treze de Maio. Foto: Yuri Weber
Além de lançar um dos grandes CDs do ano aqui na cidade, "Lá de volta outra vez" é um dos melhores álbuns já lançados pelo rock santa-mariense. E mais: o show que Pylla Kroth e sua banda estão levando pra estrada reflete toda energia, vigor e plasticidade sonora que ouvimos no player. Em suma - disco e espetáculo se encontram no mesmo reflexo desse momento iluminado na carreira do mais icônico nome do gênero na Região Central.


Foto: Yuri Weber
O show do último dia 20 de julho no Theatro Treze de Maio foi gravado na íntegra. Com isso, ontem, sexta-feira (19) foi liberado o primeiro desses registros. As imagens são de Ericson Friedrich, Ariel Brasil e Erick Corrêa, com captação de áudio de Arno Britz e Fabrício Kesner, mais finalização (mix/máster) de Leo Mayer (que também editou o vídeo).


Foto: Yuri Weber
A música escolhida para essa première foi “Na Real”, segunda faixa do novo trabalho. A ideia da música começou a partir de um solfejo do baterista Cezar Nogueira. “Ele me enviou pelo WhatsApp”, confessa Mayer.

Com esse pontapé inicial, o guitarrista construiu uma progressão de acordes que lembra de relance “Maybe I’m a Leo”, do Deep Purple – só que numa linhagem mais pesada. Depois disso, tudo se encaixou rapidamente, tanto no instrumental, quando melodia e letra. “Quando ouvi, surgiram as ideias, mas não as palavras certas”. Sem problemas, no dia seguinte Pylla completou o serviço: “Eu aprendi a viver / Eu sou do tipo que crê / Que a luta deve haver / pra realizar-se amanhã”. 

Além de da Pylla C14, a música ao vivo conta com vocais de apoio de Alexandre Pinttoo Hoehr e teclado de Diego Pignataro. A direção musical do espetáculo no Treze foi de Leo Mayer com produção da GringsTour. 

Ei-la no player abaixo. 

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

ILUSÃO: TARCIANO E BANDA AO VIVO NO BOTECO

Foto: Ernesto Sacchet
Apenas imagine...

Você sonhou música a vida toda. Nada o seduz mais do que um violão ou uma guitarra. Porém, a vida e seus movimentos sísmicos o empurram contra seu sonho. No entanto, você resiste. Mais do que isso: insiste! 

Daí, se reinventa. Alimenta esse sonho. Monta uma banda e amplifica suas criações. Novas canções. Ilusão? Nada disso; Apenas o nome desta canção... 

Confira o vídeo de "Ilusão", gravada ao vivo no Boteco do Rosário, em Santa Maria, no último dia 11 de agosto. Captação de Ericson Friedrich (360 Produtora). Luz de Cleber Bolzan. Na banda, Tarciano (voz e guitarra), Alex Palma (guitarra), Marcelo Sartori (baixo) e Cezar Nogueira (Bateria).

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

OUÇA "TEINIAGUÁ", NOVA FAIXA REVELADA DA TRANSNEPTUNIA

Foto: Márcio Grings
BANDA FAZ SUA ESTREIA NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA NO THEATRO TREZE DE MAIO

Depois de "Vento Sul" e "Elefantes refletindo cisnes", o quarteto local Transneptunia revela mais uma faixa de seu CD de estreia. "O Viajante", álbum que revelará show homônimo na próxima terça-feira (23) no Theatro Treze de Maio, também nos apresenta uma incursão pelo universo desse personagem.

"Teiniaguá" é um delírio do Viajante durante as alucinações causadas pela excitação da viagem transcendental, ele lembra das origens dele como ser, das barrancas do Rio Uruguai e de uma entidade travestida de salamandra. Inspirado em uma lenda de João Simões Neto, o Viajante faz um elo do gauchismo urbano com os temas envolvendo mundos desconhecidos. 

O espetáculo já está com ingressos à venda - R$ 15 (antecipados, sócios do Treze, estudantes e idosos) R$ 30 (publico em geral no dia do evento). 
Com produção da GringsTour, a apresentação é mais uma iniciativa do Projeto Treze - Palco da Cultura, com promoção da Associação de Amigos do Theatro Treze de Maio e financiamento da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria.

Ouça "Teiniaguá". 

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

SEXTA-FEIRA (19), ÀS 20H, PYLLA C14 DIVULGA NOVO VÍDEO

Foto: Yuri Weber
Depois do sucesso do show de “Lá de volta outra vez” no Theatro Treze de Maio, Pylla Kroth e sua C14 começam a respingar dropes dos registros em vídeo feito na noite do último dia 20 de julho. O primeiro recorte a ser revelado será “Na Real”, segunda faixa do novo CD. As imagens são de Ericson Friedrich, Ariel Brasil e Erick Corrêa, com captação de áudio de Arno Britz, e finalização (mix/máster) de Leo Mayer (que também editou o vídeo). “A ideia é registrar vários momentos da banda até o final do ano e ir disparando aos poucos”, disse Pylla ao blogue. 

O vídeo de “Na Real” será disponibilizado nesta sexta-feira (19), às 20h, via www.facebook.com/PyllaC14

Uma das imagens do clipe. Foto: divulgação

terça-feira, 16 de agosto de 2016

SERVIÇO ATUALIZADO JOE SATRIANI EM PORTO ALEGRE

Divulgação
Okay, estamos a pouco menos de quatro meses do show, no entanto, quem avisa amigo é! A assessoria do espetáculo que traz à Capital gaúcha uma das lendas da guitarra, o músico norte-americano Joe Satriani, publicou o serviço atualizado da apresentação que acontece no dia 11 de dezembro, às 20h, no Auditório Araújo Vianna.

Lembrando que a GringsTour está organizando excursão que sai de Santa Maria até POA. Interessados confirmem seu lugar no grupo/evento do Facebook

*****

DATA: 11/12/2016
HORÁRIO DO SHOW: 20H
ABERTURA DOS PORTÕES: 18H
LOCAL: AUDITÓRIO ARAUJO VIANNA
CLASSIFICAÇÃO: 15 ANOS

PREÇO DOS INGRESSOS

Plateia Gold – ESGOTADO
Plateia Baixa Central (2º LOTE) – R$230,00
Plateia Baixa Lateral – R$180,00
Plateia Alta Central – R$150,00
Plateia Alta Lateral (2º LOTE) – R$145,00

VENDAS ON-LINE: www.ingressorapido.com.br

CALLCENTER: (51) 40031212

PONTOS DE VENDA

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country
Endereço: Av. Túlio de Rose, 80 SUC, 301 A Passo D’areia.
Horário de atendimento: 14h às 22h de segunda a sábado e domingos das 14h às 20h.

Tele Entrega: Ingresso Show
Telefone: (51) 8401-0555
Horário de atendimento: 9h às 19h de segunda à sexta

Rua Coberta - Campus II – Universidade Feevale
Novo Hamburgo ERS-239, número 2755.
Horário de atendimento: das 13h às 21h de segunda a sábado.
Mais informações pelo telefone 3271-1208.

Bourbon Shopping Novo Hamburgo – Quiosque
Av. Nações Unidas, 2001 – 2º Piso / Centro de Novo Hamburgo.
Horário de atendimento: das 12h às 22h de segunda a sábado.

Agência Brocker Turismo: (Somente em dinheiro)
Av. das Hortênsias, 1845 - Centro - Gramado
Horário de atendimento: das 9h às 18h30min de segunda a sábado e feriados das 10h às 15h.

Linkedin:

blogger tricks